top of page
  • Foto do escritorbrcidades2017

Agenda semanal - 13 a 20 de março

A agenda BrCidades é atualizada sempre às segundas-feiras; para incluir sua programação, envie e-mail para nacional@brcidades.org. Para salvar os eventos em sua agenda pessoal, vá em calendário e clique em “Copiar para o Google Agenda”: brcidades.org/calendário


O que está em pauta?


Proteja a Ilha de Boipeba (BA) contra megaempreendimento que ameaça natureza e comunidade


A Ilha de Boipeba, paraíso localizado no baixo sul da Bahia, está novamente ameaçada pelo projeto turístico-imobiliário Ponta dos Castelhanos. Mesmo sendo uma Área de Proteção Ambiental, o INEMA, órgão estadual que deveria garantir a proteção da biodiversidade, amparado pela Secretaria do Patrimônio da União e acolhido por uma Prefeitura conivente, autorizou no dia 7 de março de 2023 a implantação do empreendimento milionário. Esse projeto coloca em situação de risco e vulnerabilidade não só o ecossistema local, mas toda uma comunidade que depende do turismo e de formas tradicionais de subsistência.


A Mangaba Cultivo de Coco, empresa que soma nomes como José Roberto Marinho (herdeiro do Grupo Globo) e Armínio Fraga (presidente do Banco Central no governo de FHC), avança com um loteamento de luxo em uma área preservada de Mata Atlântica. A PORTARIA No 28.063 autoriza o projeto imobiliário que conta com 69 lotes, 25 casas assistidas, 2 pousadas de 25 quartos, aeroporto, uma grande estrutura náutica e um campo de golfe que substituirá um campo de Mangabeiras, árvores frutíferas típicas da região. O empreendimento na Ponta dos Castelhanos, pode ocupar uma área equivalente a 1.700 campos de futebol, correspondendo a aproximadamente 20% do território da ilha .


Os danos causados seriam irreparáveis para o ecossistema do local, indo na contramão do turismo ecológico e sustentável. Além dos desastrosos impactos ambientais, a comunidade da Ilha de Boipeba irá sofrer por não conseguir desenvolver o seu sistema de subsistência tradicional. A pesca artesanal ficará fragilizada e inviabilizada, assim como a pequena agricultura e o extrativismo sustentável. Essas atividades, são indispensáveis para manutenção da identidade coletiva e do modo de vida dos moradores locais.


Ao respeitar e preservar as comunidades tradicionais e seus territórios, estamos valorizando a diversidade cultural e biológica do Brasil. Não é por acaso que essa é uma área protegida pela legislação federal. Sua relevância para a manutenção sócio-ambiental da região deveria ser inegociável.


Veja o restante em: https://secure.avaaz.org/community_petitions/po/inema_e_demais_autoridades_responsaveis_proteja_a_ilha_de_boipeba_ba_contra_megaempreendimento_que_ameaca_natureza_e_comunidade_1/?zucIrtb

 

Segunda-feira, 13 de março

18h Lançamento frente parlamentar por justiça climática

Presencial - Rio de Janeiro/RJ- Rua da Ajuda, 5 A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro agora terá uma Frente Parlamentar pela Justiça Climática


As chuvas não são culpadas, sua intensificação nos próximos anos é prevista pela ciência. As mudanças climáticas já são realidade.


As responsabilidades são do poder público que, sabendo dessas previsões, não apresenta soluções para os problemas de saneamento básico, das enchentes e de moradia.


E como tudo em nossa sociedade os impactos dos eventos climáticos extremos recaem com mais força nas pessoas pretas, pobres e moradoras das periferias, confirmando o racismo ambiental.




 


Quarta-feira, 15 de março


1º Seminário de Investigação: O potencial de transformação social através da investigação-ação / Laboratório de Planejamento e políticas públicas


O Laboratório de Planeamento e Políticas Públicas (L3P) é um grupo de investigação sediado no Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território da Universidade de Aveiro e que envolve docentes, estudantes e investigadores ligados ao Mestrado em Planeamento Regional e Urbano (https://www.facebook.com/PlaneamentoRegionaleUrbano). Tem vindo a desenvolver um conjunto de projetos nacionais e internacionais de investigação-ação, especialmente nos domínios da promoção da participação pública, mas também nos temas da inovação social, sustentabilidade, mobilidade e espaço público (https://laboratorio3p.web.ua.pt/).


O foco científico do encontro do Laboratório de Planeamento e Políticas Públicas - L3P é a importância da aproximação entre a academia e a sociedade, tema que o Conselho Geral da UA deu particular destaque na semana passada, no seu 1.o Encontro Aberto, e discutir o potencial de transformação social através dos processos de investigação-ação. Deseja-se que o evento seja um valioso momento de convívio e troca de conhecimento, metodologias e informação para o fortalecimento das redes de conhecimento nestas matérias.

Inscrições e mais informações: https://forms.gle/KZqqjozFeWj7SDEn8


 

Quinta-feira, 16 de março


10h Cerimônia de posse de João Whitaker e Guilherme Wisnik como diretor e vice-diretor da FAUUSP

Presencial - São Paulo, SP - Auditório da FAUUSP, rua do lago, 876 (também remoto pelo canal de youtube da FAUUSP)



19h Lançamento do relatório: remoções forçadas no nordeste: análises dos conflitos fundiários urbanos e atividades de incidência na Bahia, no Ceará, em Pernambuco e no Rio Grande do Norte no ano de 2021 / Rede Nordeste de monitoramento e incidência de conflitos fundiários urbanos

Remoto - pelo link: www.youtube.com/@ibduoficial


Na próxima quinta-feira (16), às 19h, a Rede Nordeste de Monitoramento e Incidência em Conflitos Fundiários Urbanos vai lançar o relatório "Remoções forçadas no Nordeste: análise de conflitos fundiários urbanos e atividades de incidência na Bahia, no Ceará, em Pernambuco e no Rio Grande do Norte no ano de 2021".


O lançamento vai contar com a participação de pesquisadores da Rede, assim como convidados e convidadas que atuaram no monitoramento e na incidência dos conflitos presentes nos territórios monitorados.


A Rede Nordeste de Monitoramento e Incidência em Conflitos Fundiários Urbanos é um projeto do Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico - IBDU apoiado pela OAK Foundation que tem por objetivo monitorar e incidir na prevenção de remoções forçadas, contribuindo para visibilização e denúncia dos despejos coletivos de comunidades urbanas de baixa renda e de grupos vulneráveis. Atuando em quatro estados da região Nordeste, a Rede busca acompanhar e analisar os processos de remoções na Bahia, em Pernambuco, no Ceará e no Rio Grande do Norte, articulando-se com uma rede de atores da sociedade civil e do Sistema de Justiça, visando construir uma estratégia coletiva de prevenção e resolução dos despejos coletivos.




Seminário Arquitetura Popular e Universidade Necessária

Presencial - Florianópolis, SC - Bloco Arquitetura e Urbanismo da UFSC Auditório


Para dar as boas-vindas à nossa comunidade acadêmica e também aos que estejam retornando para esse novo semestre que se inicia, o programa do PósArq da UFSC convida a toda a comunidade, acadêmica ou não, a participar do Seminário Arquitetura popular e Universidade Necessária.

O seminário visa reunir saberes e redes envolvidas na formação de arquitetas e arquitetos populares, preparadas(os) para os desafios das cidades desiguais e necessidades sociais urgentes. Para tanto buscamos fortalecer, em Santa Catarina, as iniciativas de escritórios-modelo, de projetos de pesquisas extensionistas, das residências em assistência e assessoria técnica, através de uma rede ampla, que envolve universidades, entidades técnicas e profissionais, bem como movimentos sociais.


Neste papel crucial da produção de conhecimento e da construção de uma sociedade mais justa e equitativa, este espaço de debate agrupou temáticas sobre: Os papéis do escritórios da UFSC; O Protagonismo da Mulher nas lutas urbanas; A ATHIS e sua rela




 

Sexta-feira, 17 de março


15h 10 anos do Centro popular de direitos humanos - Sessão solene na Câmara Municipal de Recife

Presencial - Pernambuco, Recife - Rua Princesa Isabel, 40



Seminário Arquitetura Popular e Universidade Necessária

Presencial - Florianópolis, SC - Bloco Arquitetura e Urbanismo da UFSC Auditório



 

Domingo, 19 de março


10h Apresentação do Circo Poético / Luta popular

Presencial - Ocupação dos Queixadas


15h Roda de conversa com mulheres / Luta popular

Presencial - Ocupação dos Queixadas


Venha somar com a gente neste dia de atividade política e cultural em defesa do nosso território

Mais informações: https://www.instagram.com/p/CpunN1fMko6/?igshid=MDJmNzVkMjY=





 


Chuva de conteúdo:


As tragédias urbanas e as falácias do ‘mercado’| BrCidades no Le Monde Diplomatique


Refugiados sob o temporal da especulação no litoral de São Paulo | BrCidades no Le Monde Diplomatique


O rio de dinheiro que soterrou São Sebastião | BrCidades no Outras Palavras


O direito à liberdade religiosa também é parte importante do direito à cidade | BrCidades na Carta Capital


Disponível filme pernambucano "Muribeca", veja programação em: Cinema da Fundação, Recife/PE - Salas no Derby, no Museu (Casa Forte) e no Porto Digital (Bairro do Recife).

Saiba mais em: @cinemadafundacao


 

Para ficar no radar...


23 e 24 DE MARÇO: Franco da Rocha/SP | 1° Fórum de Assistência Técnica: Práticas de ATHIS na Prevenção de Mitigação de Riscos Presencial na Escola Superior de Bombeiros - Ropd Pref. Luiz Salomão Chamma, 4701



29/03: Brasília/DF | I Fórum Social de Vivências Territoriais do Programa de Extenção Residência CTS

Presencial Auditório UnB


29/03 : Conselho Nacional de Entidades Representativas dos Estudantes de Direito (CONERED) da região Nordeste

Remoto - Mais informações: https://docs.google.com/.../1mASsLwJI12Mt.../


01/04: Brasília/UnB | Primeiro encontro da residência CTS no Quilombo Mesquita Saída da UnB




32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page