• brcidades2017

Agenda semanal - 11 a 17 de abril

agenda BrCidades é atualizada sempre às segundas-feiras; para incluir sua programação, envie e-mail para nacional@brcidades.org. Para salvar os eventos em sua agenda pessoal, vá em calendário e clique em “Copiar para o Google Agenda”: brcidades.org/calendário


Análise política


ATAQUE AO ACAMPAMENTO MARIELLE VIVE DO MST (SP)


HOMEM DISPARA TIROS NA DIREÇÃO DAS PESSOAS NA PORTARIA


Na madrugada deste domingo (10/04), por volta das 3h, um homem não identificado realizou disparos de arma de fogo na direção da portaria do Acampamento Marielle Vive, em Valinhos (SP), colocando em risco a vida de várias pessoas que estavam no local no momento. O ataque ocorreu poucos dias após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de manter a suspensão dos despejos na pandemia até 30 de junho de 2022.

As pessoas que presenciaram o ocorrido relatam ver um carro passando diversas vezes na frente do Acampamento com a placa coberta e em velocidade reduzida. Na última vez, reduziu ainda mais a velocidade quando chegou em frente a portaria, tirou a mão para fora com uma arma e desferiu os tiros para, em seguida, acelerar no sentido da cidade de Valinhos. No momento haviam várias pessoas no local e tentaram se proteger; a maior parte se jogou no chão. Felizmente ninguém se feriu. Foi possível verificar que se tratava de um homem branco que parecia estar sozinho.


Este não é o primeiro, e infelizmente não deve ser o último, ataque sofrido pelas famílias do Acampamento Marielle Vive. Lembremos do fatídico dia 18 de julho de 2019, quando o trabalhador Luis Ferreira foi assassinado no mesmo local em que o atirador agora nos ameaça. O seu assassino (Léo Ribeiro), réu confesso, continua solto por decisão do sistema de justiça.


O que leva uma pessoa a sair de sua casa numa madrugada de domingo e ir ameaçar famílias que lutam por terra e por direitos sociais? Só pode ser o ódio contra pobres, contra trabalhadores e trabalhadoras sem terra e essa é a política adotada pelo atual presidente do país e seus seguidores que defendem a liberação do uso de armas. Quem porta armas de fogo e desfere tiros no objetivo de ameaçar outras pessoas, está agindo na intenção de matar, por isso esse fato é mais uma tentativa de homicídio cometida contra as famílias do Acampamento.


Conclamamos a todas e todos contrários à violência, à política do ódio e a estes tipos de ataques e ameaça contra a integridade destas famílias a denunciarem o fato para coibir os fascistas de plantão que se sentem livres para cometer seus crimes na calada da noite. Não podemos aceitar! Em particular às autoridades responsáveis, como a polícia e o Ministério Público, que devem investigar os fatos para punir os responsáveis.


A prefeitura de Valinhos está assistindo estas violências cometidas ao longo dos quatro anos de existência do Acampamento, mas tem nas mãos o poder de resolver este conflito com o reconhecimento da cidadania e assentamento definitivo das famílias no local, implantando políticas públicas através do Estado e favorecendo a acesso à moradia e ao trabalho digno.


#MarielleViveFica #SeuLuisPresente


✊🏾 LUTAR, CONSTRUIR REFORMA AGRÁRIA POPULAR!



 


Segunda-feira, 11 de abril


19H

IBDU | Curso Regularização Fundiária

O Curso Regularização Fundiária Urbana será realizado nos dias 21, 22, 23, 24, 28, 29, 30 e 31 de março de 2022, das 19h às 21h, de forma online pela plataforma Zoom.

#CursoREURB | Hoje o curso dará continuidade (28) as aulas do Curso Regularização Fundiária Urbana realizado pelo Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico - IBDU.

Os links de acesso já foram enviados por e-mail. Não esqueça de conferir a caixa de spam!

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo (77) 9 8884-6647.



 

Terça-feira, 12 de abril


9:00h - 12:00h

Conferência Popular pelo Direito à Cidade | Curso Direito à Cidade: participação, lutas urbanas e democracia


📢 Curso aberto - DIREITO À CIDADE: PARTICIPAÇÃO, LUTAS URBANAS E DEMOCRACIA, com Paolo Colosso e Thiago Trindade.

O curso acontecerá as terças feira, das 9h às 12h.

Inscrições gratuitas pelo link: https://bityli.com/lCldA


✊🏼 Não perca! Vamos construir coletivamente a Conferência Popular Pelo Direito à Cidade.

Saiba mais em www.confpopdireitoacidade.com.br





13:30h - 15:30h

Conferência Popular pelo Direito à Cidade | Curso Economia Solidaria nas Cidades


Aberto à todes e gratuito, "Economia Solidaria nas Cidades" será ofertado como curso de extensão universitária (aberto à toda comunidade externa, interessades em geral) e também como disciplina optativa (para graduandos UFPR). Conversaremos sobre economia solidária como mecanismo para o enfrentamento das desigualdades e como oportunidade emancipatória, ancorada na ambição de superar o capitalismo - sempre em interação com a produção da cidade. Contaremos também com a participação de convidados e grupos praticantes com experiências no rural e no urbano, além da oportunidade de troca com alunes, pesquisadores e praticantes americanos através da parceria com o Departamento de Geografia da Indiana University (profª Drª Patrícia Basile) e com a Escola de Arquitetura da University of Virginia (prof Matthew Slaats).

O curso ocorrerá de forma *integralmente remota* todas as terças-feiras, das 13h30 as 15h30. 08 de março à 26 de abril

Inscrições: https://forms.gle/zjaJ73sQDjt3Jpps5 (Alunes DAU UFPR devem se inscrever também na secretaria)




18:30h

Conferência Popular pelo Direito à Cidade | Discussão de agenda pelo Direito à Cidade no RN


O Evento tem como objetivo mobilizar e reaproximar coletivos, grupos, entidades, estudantes, pesquisadores e professores envolvidos com temas relativos ao Direito à Cidade em Natal-RN, após 2 anos de afastamento presencial, em razão da Pandemia da Covid-19, em que nos concentramos em atividades remotas, sobretudo, no monitoramento do processo de revisão do Plano Diretor, recentemente aprovado.

No momento atual, consideramos a necessidade de convidar, em parceira com o Salve Natal os demais parceiros para pautar as questões relativas às lutas urbanas e o Direito à Cidade no Rio Grande do Norte, partindo do compartilhamento das demandas de cada grupo para elencar prioridades de atuação coletivamente em torno da agenda urbana local, regional e nacional.

O evento será às 18:30h PRESENCIAL, em Auditório do CTEC, UFRN, Natal-RN





18:40h

Conferência Popular pelo Direito à Cidade | Cidades: onde as políticas acontecem


DIÁLOGOS CAPITAIS | CartaCapital em parceria com a rede @BrCidades leva os centros urbanos para o foco do debate. No dia 12/04, participe da conversa ao vivo com Carlos Vaine, Leda Paulani e Márcio Pochmann sobre 'a centralidade das cidades e um novo modelo de desenvolvimento.


Inscreva-se gratuitamente e saiba mais clicandoem https://www.dialogoscapitais.com.br/

Transmissão: Youtube da Carta Capital




19h

Conferência Popular pelo Direito à Cidade | DIREITO À MORADIA DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA


ENCONTRO: DIREITO À MORADIA DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA

DIA; 12.04.22 (Terça Feira)

HORARIO: 19 horas (Brasília) - online

Link; http://bit.ly/direito-a-moradia-para-pop-rua


Evento preparatório de propostas para a Conferência Nacional Popular do Direito à Cidade, que ocorrerá nos dias 03, 04 e 05 de junho em São Paulo sobre a Moradia para a População em Situação de Rua.

Reflexão Inicial

- Júnia Roman Carvalho – Atuação Especializada em Direitos Humanos, Coletivos e Socioambientais da Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais.

- Veridiana Farias Machado – Fórum Nacional da População em Situação de Rua (FNPR)

- Daniel dos Santos – Movimento Nacional da População de Rua (MNPR)


É FUNDAMENTAL A EFETIVAÇÃO DO DIREITO Á MORADIA PARA A POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA.

VENHA SOMAR NESTA LUTA

LINK - http://bit.ly/direito-a-moradia-para-pop-rua





 

Quarta-feira, 13 de abril


08:30h

Campanha Despejo Zero e Movimentos Populares | Jornada de lutas por terra, teto e trabalho


🌱🏘✊🏾 JORNADA DE LUTAS POR TERRA, TETO E TRABALHO - DIAS 12 E 13/04, EM CURITIBA


Em 12 e 13 de abril de 2022, mais de 2 mil pessoas (crianças, adultos e idosos) se unem no Centro de Curitiba para a "Jornada por Terra, Teto e Trabalho". A luta é pelo direito humano à moradia, emprego, vida digna e terra para plantar e partilhar alimentos saudáveis.


🚩 Participe da programação:

12/04, às 19h - Celebração ecumênica na Paróquia do Imaculado Coração de Maria (Avenida Presidente Getúlio Vargas, 1193, Rebouças).


13/04, às 8h30 - Marcha pelo Centro de Curitiba, com concentração na praça Rui Barbosa e caminhada até o Centro Cívico.


🤝 Somos moradoras(es) de comunidades de Curitiba e Região Metropolitana e também camponesas(es) de todas as regiões do Paraná que sairemos de nossas casas para marchar.


Buscamos o diálogo com o Poder Público e com a sociedade em geral pela garantia da nossa permanência em nossas casas e nas nossas comunidades. Mais de 12 milhões de brasileiros estão desempregados, e mais da metade da população convive com a fome.


🚨 Mais de 132 mil famílias por todo o Brasil correm risco de perderem suas casas em despejos desumanos, segundo dados da Campanha Nacional Despejo Zero. No Paraná, são 4.349 famílias urbanas e cerca de 7 mil famílias camponesas que não sabem se vão continuar tendo um teto para viver.


Enquanto ter direito à moradia for um privilégio para apenas uma parte da população, ocupar terrenos abandonados e terras improdutivas será um direito.


#BrasilSemDespejo #DespejoZero #MST #ReformaAgraria #Solidariedade #Forabolsonaro #JornadaPorTerraTetoTrabalho





19h

BrCidades Paraíba | Lançamento livro "AGIR LOCAL"


SÃO PAULO, está próximo da nossa parada na capital paulista, para o evento de lançamento do nosso livro. Além da sessão de autógrafos, faremos um importante debate sobre essa experiência com Márcia Lucena (ex-Prefeita de Conde) e Nabil Bonduki (NAPP Cidades/Fundação Perseu Abramo), mediado por Flávio Tavares (Co-organizador da publicação).


💛 13/04 (quarta)

🕓 19 horas

🏛️ IAB SP: R. Bento Freitas, 306 - 4º andar - Vila Buarque


🚲 “AGIR LOCAL: gestão territorial e democracia - uma experiência em Conde - Paraíba - Brasil”:

A publicação detalha o trabalho de uma gestão pública municipal que priorizou a construção de uma política urbana participativa, em um município paraibano de pequeno porte. Os programas e ações implementados obtiveram, em curto período, resultados expressivos e impacto positivo na vida da população local. O livro foi produzido com intenção de ser um material de suporte a outras equipes técnicas e gestões públicas municipais do Brasil, pois traz um leque de metodologias, processos e bastidores do trabalho e dos desafios superados na prática. A condução narrativa ressalta eixos importantíssimos de serem aplicados em nível local: a ATHIS, o zoneamento municipal articulado à instrumentos do Estatuto da Cidade, o Cadastro Territorial Multifinalitário, a municipalização do trânsito, concursos públicos de projetos, entre outra série de metodologias participativas.




19h

Fórum Nacional de Reforma Urbana | Experiências de mulheres na luta pelo direito à cidade


🔸 O #FNRU te convida para a live-debate para compartilhar experiências com três mulheres que constroem coletivamente ações de resistência, de luta pelo direito à cidade, pelo direito à moradia e pelo direito de viverem seguras.


🚩 As convidadas irão partilhar a trajetória dos seus coletivos e dos projetos que estão sendo executados a partir do Edital de apoio a ações sobre igualdade de gênero, raça e o direito à cidade.


📍Anota na agenda e vem com a gente:

✊🏽 Debate "Experiências de mulheres na luta pelo direito à cidade"

⏰ Data: 13 de abril de 2022, às 19h

▶️ No Youtube do #FNRU: https://bit.ly/YoutubeFNRU




 

Quinta-feira, 14 de abril


15h

Conferência Popular pelo Direito à Cidade | O Rio de Janeiro entre a militarização e a milicialização


🔔 Anota aí na sua agenda: dia 14/04, às 15h, vamos discutir as dinâmicas de milicialização e militarização que impactam o direito à cidade e como a política de segurança do Estado do Rio de Janeiro têm enfrentado esses fenômenos.


🔖 Evento: O Rio de Janeiro entre a militarização e a milicialização


⏰ Data: 14/04 – 15h 18h


📍 Local: Presencial – Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro

Av. Mal. Câmara, 314 - Centro, Auditório 2º And.


🗣️ Olha quem vai estar lá debatendo:

📌 Daniel Hirata – Geni/UFF - mediação

📌 Lia Rocha – Cidades – Núcleo de Pesquisa Urbana/UERJ

📌 Maria Isabel Couto - Fogo Cruzado

📌 Maria Julia Miranda – Defensoria Pública/NUDEDH

📌 Antônio Pedro Soares - Comissão de Direitos Humanos da Alerj


🤝 Essa atividade foi organizada pelo Geni/UFF, @cidadesuerj, Labá - Direito, Espaço & Política - FND/UFRJ, @obsmetropoles, NUDEDH – Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro e @bollbrasil.


🎁 Evento Preparatório para a Conferência Popular pelo Direito à Cidade. @confpopdireitoacidade


Não perde! 😉

Chama es amigues. 💚 📲





18h

Conferência Popular pelo Direito à Cidade | Investimentos Públicos nas periferias e na juventude: enfrentando as desigualdades territoriais


No dia 31 de março (quinta-feira), às 18h, acontece o o ciclo de debates "Repensar as cidades do Brasil no projeto de nação: Democracia participativa e o investimento público nas periferias das cidades", tendo como primeiro debate o tema "Reestruturação do sistema participativo das cidades e o controle social sobre o orçamento municipal "


A democracia impõe a adoção de mecanismos participativos que garantam a

informação, transparência, diálogo, negociação, participação e represent

ação dos

diferentes segmentos sociais. Esses mecanismos e espaços devem ter capilaridade

na cidade e nos bairros, em todas as áreas da política pública, com destaque para os

programas e políticas de desenvolvimento urbano. É imperativo democrático a

reestruturação do sistema participativo a partir da análise das lições, dos erros e

acertos, das experiências brasileiras nas últimas décadas.

Ponto central e nevrálgico é o controle social sobre o orçamento municipal, suas

prioridades e investimentos. As experiências de orçamento participativo (OPs),

desenvolvidas de forma pioneira, em vários municípios brasileiros, apontam para a

importância de garantir o caráter deliberativo dos conselhos do OP. No campo das

políticas urbanas os recursos estaduais e federais devem estar submetidos ao

sistema de participação, por meio dos Fundos Municipais de Desenvolvimento Urbano

com controle social.


Participantes:

Claudio de Mauro - (MG)mediador

1. Igor Pantoja (SP)

2. Ion de Andrade (RN)

3. Aline da Silva Sousa (TO)

4 - Tainaha (SP)


BrCidades em parceria com o jornal GGN para a Conferência Popular pelo Direito à Cidade.




 

Sábado, 16 de abril


09:30h

Peabiru - Trabalhos Comunitários e Ambientais | Curso “Como se constrói um arquiteto popular? O trabalho em ATHIS na extensão universitária e na prática profissional


A fim de repensar o próprio campo de atuação do arquiteto, é preciso debater como a maior parte dos cursos de graduação em Arquitetura e Urbanismo se desloca da realidade urbana e habitacional brasileira. Nesse sentido, o curso “Como se constrói um arquiteto popular? O trabalho em ATHIS na extensão universitária e na prática profissional” parte da reflexão sobre as lacunas técnicas e políticas no ensino da Arquitetura e Urbanismo, mas também busca apresentar a trajetória feita por profissionais da área que compreenderam essas problemáticas e, a partir dessas reflexões, construíram e constroem uma atuação de acordo com as reais necessidades dos agentes sociais que lutam pelo direito à moradia digna.


Realizado pela assessoria técnica Peabiru - Trabalhos Comunitários e Ambientais (@peabiru.tca) com a entidade parceira Tabuá - Atuação e Formação no Território, o curso tem como objetivo discutir o campo de atuação do arquiteto e urbanista enquanto assessor técnico em habitação de interesse social a partir da formação universitária. Com apoio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU-SP) via parceria de fomento, seu formato será híbrido, com realização entre os meses de abril e maio de 2022, envolvendo 6 (seis) encontros virtuais de formação teórica e 2 (duas) atividades práticas presenciais realizadas em duas ocupações na cidade de São Paulo, sendo uma delas localizadas na periferia e outra na região central. O curso será gratuito e voltado exclusivamente para estudantes de graduação em Arquitetura e Urbanismo.


________

Para mais informações:

www.tabua.org




 

Para deixar no radar…


Debater Carta Capital e BrCidades | Cidades: onde as políticas acontecem

DIÁLOGOS CAPITAIS | CartaCapital em parceria com a rede @BrCidades leva os centros urbanos para o foco do debate. No dia 12/04, participe da conversa ao vivo com Carlos Vaine, Leda Paulani e Márcio Pochmann sobre 'a centralidade das cidades e um novo modelo de desenvolvimento. Inscreva-se gratuitamente e saiba mais no link: https://linklist.bio/cartacapital


II Seminário Nacional do Termo Territorial Coletivo

Dias 18 e 19 de abril (das 19h-21h) e 20 de abril (das 10h-12h).

✨ É com muita alegria que anunciamos a segunda edição do Seminário Nacional do TTC! Este é o evento de maior porte realizado pelo Projeto TTC, uma forma de aprofundar o conhecimento acerca do TTC e difundir o modelo pelo Brasil.

🔹 O evento será realizado de forma participativa e dinâmica, queremos muito ouvir todos vocês! Também contaremos com a participação de convidados externos, que compartilharão conosco suas perspectivas sobre o TTC.

🔹 Quando? - Dias 18 e 19 de abril (das 19h-21h) e 20 de abril (das 10h-12h).

🔹 Onde? - O seminário será realizado de forma remota, através da plataforma Zoom. Enviaremos o link para os inscritos.

🔹 Como participar? - Basta preencher o formulário: https://bit.ly/IISeminárioNacionalTTC

📲 Para mais informações, acesse: https://www.termoterritorialcoletivo.org/seminario-ttc-brasil



 

Leia também:


Organizações sociais e a Campanha Despejo Zero lançam o GUIA PRÁTICO DE ENFRENTAMENTO AO DESPEJO Elaborado pela @terradedireitos , @institutodemocraciapopular e núcleo Curitiba da Campanha Despejo Zero, o material dialoga com as realidades de luta por moradia de Curitiba e Região Metropolitana da capital e conta ainda com o apoio de mandatos progressistas e da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Paraná.

#DespejoZero ➡️ Baixe a cartilha no link:

bit.ly/GuiaEnfrentamentoDespejo


BrCidades Espírito Santo | Vitória parcial da população capixaba contra a venda dos Galpões do IBC! No dia 08 de abril, a Justiça Federal proferiu decisão liminar suspendendo o edital de venda dos Galpões do IBC prevista para o dia 12 de abril, devendo proceder à sua retificação para constar a informação de que o imóvel se encontra tombado provisoriamente pelo Conselho Estadual de Cultura do Espírito Santo. Saiba mais no IG @brcidades.es


Disponível Livro "A cidade em disputa: planos diretores e participação no cenário da pandemia"

Primeiro livro da rede BrCidades foi lançado e já está disponível! Compre o livro físico pelo link https://lutasanticapital.com.br/products/pre-venda-a-cidade-em-disputa-planos-diretores-e-participacao-no-cenario-da-pandemia

ou acesse o livro digital gratuito em brcidades.org/livros


CNBB se reúne com movimentos sociais do Estado de São Paulo O Encontro aconteceu na sede do Regional Sul 1 da CNBB e faz parte do processo da 6ª Semana Social Brasileira (SSB), que discute o Brasil que temos e o Brasil que queremos Saiba mais em: https://cnbbsul1.org.br/cnbb-se-reune-com-movimentos-sociais-do-estado-de-sao-paulo/



32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo